escapadinhas-roll4.jpeg
escapadinhas.png

Escapadinhas

turismo natureza.png

TurismoNatureza

incoming.png

Incoming

praia.png

Praia

grandes viagens-1.png

Grandes Viagens

circuitos vefa-1.png

Circuito Vefa

1/3
Cayos, Cuba

Duração

7 noites

Tipo

Praia

007-aviao-voando.png

Via

Avião

003-destino.png

Destino

Cayos, Cuba

Destaques

Praias paradísicas

Preço

desde 1 298 €

praia.png

Praia

Um dos pontos fortes de Cayo Cruz é precisamente o que não tem: turismo massificado. Desde que o explorador Diego Velázquez batizou o arquipélago do qual faz parte, em 1513 ou 1514, Cayo Cruz conseguiu manter quase intactas as suas paisagens tropicais e costeiras que evocam o passado. Por isso este é o destino de sonho para quem deseja descobrir a Cuba mais autêntica e genuína e, simultaneamente, mergulhar em paisagens selvagens que deixam o visitante sem palavras.

Sem sombra de dúvida, uma das coisas a ver em Cayo Cruz são as suas praias extraordinárias que se estendem pelo setor nororiental. Dos 25km de costa deste ilhéu, 22,5km — ou, por outras palavras, 90% do total — estão ocupados por praias de areia ideais para apanhar sol, tomar banhos refrescantes ou mergulhar. Distribuídas por sete zonas, entre as praias de Cayo Cruz, importa referir a Playa Cara, a Playa Dorada, a Playa Onda ou a Playa Sigua, entre outras. Todas de areia fina, progressão lenta, água pouco profunda e vegetação subaquática. Quanto à sua amplitude, varia entre 5 e 20m, como no caso da Playa Cara e da Playa Onda.

Mas se as praias de Cayo Cruz são paixão à primeira vista, o mesmo poderia ser dito da sua exuberante vegetação litoral, onde não faltam mangais (especialmente nas duas extremidades do ilhéu), matagais costeiros e espécies próprias das dunas. Em todos elas encontrará uma abundante fauna que inclui numerosos anfíbios, répteis e aves, entre outros vertebrados que são inofensivos para os seres humanos.

Cayo Cruz é também um destino imbatível para realizar uma excursão à Reserva Ecológica Limones-Tuabaquey, na serra de Cubitas, a apenas 32km da cidade de Camagüey. Neste espaço, podem ser admiradas as pinturas pré-históricas da gruta de Maria Teresa, a recriação de um povoado tradicional taíno, ou lugares tão cativantes como o Paso de los Paredones ou o Hoyo de Bonet. Este recanto protegido da geografia cubana é também o habitat de um grande número de animais, com mais de 70 espécies, das quais um sétimo são endémicas.

A cultura também tem lugar em qualquer viagem a Cayo Cruz. A partir daí é muito fácil aceder à capital de Camagüey, uma encantadora vila com o mesmo nome, repleta de pitorescas casas coloridas e monumentos como a Igreja de Nuestra Señora del Carmen, datada de 1825, ou a Igreja de Nuestra Señora de la Soledad, sem esquecer a famosa praia de Santa Lucía.

O que fazer:

Apesar do pequeno tamanho desta ilha, há muito para fazer em Cayo Cruz. Para além de se bronzear ou de nadar nas praias de Cayo Cruz, duas das atividades mais procuradas são o mergulho de superfície (ou snorkelling) e o mergulho autónomo. Isto oferece a oportunidade de descobrir leitos marinhos repletos de recifes de corais e uma fauna abundante. Além disso, a zona também é adequada para outros desportos aquáticos, como o paddle surf.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube