• Carlos Sobreiro

Tailândia acaba com teste PCR a partir de 1 de maio

Com as novas regras, que entram em vigor a 1 de maio, os viajantes totalmente vacinados contra a COVID-19 necessitam apenas de solicitar o Thailand Pass e possuir uma apólice de seguro com cobertura mínima de 10 mil dólares.




A Tailândia vai deixar de exigir a apresentação do teste PCR à chegada aos viajantes internacionais que estejam totalmente vacinados contra a COVID-19 a partir de 1 de maio, medida que foi aprovada pelo governo tailandês na passada sexta-feira, 22 de abril.

“Ao chegar à Tailândia, os visitantes vão poder entrar e viajar livremente para qualquer lugar do país”, indica a Autoridade de Turismo da Tailândia em comunicado, explicando que, apesar do alivio das restrições, os turistas devem continuar a solicitar o Thailand Pass com antecedência e a contar com uma apólice de seguro com cobertura mínima de 10 mil dólares em tratamentos ou despesas médicas.

Além dos viajantes vacinados, também os não vacinados podem entrar na Tailândia sem necessidade de um teste PCR desde que solicitem o Thailand Pass e tenham uma reserva de hotel de cinco dias, assim como uma apólice de seguro com uma cobertura mínima de 10 mil dólares, sendo que, à chegada à Tailândia, os viajantes não vacinados devem efetuar uma quarentena de cinco dias no hotel e completar um teste PCR ao quinto dia.

Já os viajantes não vacinados que apresentem um teste PCR realizado até 72 horas antes da viagem através do sistema Thailand Pass poderão entrar e circular livremente no país, à semelhança de quem já está completamente vacinado contra a COVID-19.

Todas as informações sobre os requisitos de entrada na Tailândia podem ser consultadas através do site https://www.tatnews.org/.


in Publituris

30 visualizações